Posts Tagged ‘cultivo’

Algumas dicas de plantio

As frutas devem ser colhidas no momento adequado, segundo a sua espécie, segundo a sua variedade e a utilização prevista. A maior parte delas podem amadurecer na planta e então serem consumidas. Outras necessitam serem colhidas de vez para terminarem a maturação – como por exemplo é o caso da banana. Qualquer que seja o caso, os frutos devem ser colhidos na época apropriada de maturação, de modo a se conseguir o melhor aroma e o melhor sabor. As diferentes espécies de fruteiras e suas variedades apresentam colheitas em diferentes épocas do ano. Assim, numa propriedade poderiam ser cultivados, é claro, respeitando-se as limitações de área:

Espécie
Podas de
Propagação
Adubação
Clima
Colheita
Abacate

Persea americana

Família: Lauráceas

Altura.: até 12 m

Espaçamento: 6m

formação e limpeza

Borbulhia, Enxertia, garfagem

10 lt. Esterco; 300 gr.
Far.Osso;

300 gr. T.Mamona

Subtropical Fevereiro

a Abril

Abacaxi

Ananas comosus

Família: Bromeliaceas

Altura.:até 1m

Espaçamento: 2 x 2

não Por filhotes em qualquer época do ano 5 ltr Esterco; 100 gr F.Osso; 100 gr T.Mamona Tropical Janeiro aFevereiro

Abiu

Pouteria caimito

Familia: Sapotacea

Altura.: até 10m

Espaçamento: 6m

limpeza sementia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical a partir do 2o. ano após o plantio
Acerola

Malpighia glabra

Familia: Malpigiaceas

Altura.: até 5m

Espaçamento: 3m

formação sementia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical e

Subtropical

Novembro a Janeiro
Amora

Morus Nigra caimito Familia: Sapotacea

Altura.: até 10m

Espaçamento

limpeza estaquia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr;. T.Mamona Quente Novembro a Janeiro
Banana

Musa spp

Família: Myrtaceas

Altura: Até 7 m

Espaçamento

não filhotes 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical 12 a 16 meses após o plantio
Caqui

Diospyros kaki

Família: Ebenaceae;Altura:6 m em pomar

Espaçamento: 5m

Limpeza, formação sementes, enxertia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Subtropical Fevereiro a Abril
Caja-Manga

Spondias mombim

Família: Anacardiaceae

Altura: até 20 m

Espaçamento

formação da copa sementes, enxertia e alporquia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical

e

Subbropical

a partir do 4o. ano após o plantio
Caju

Anacardium occidentale

Família: Anacardiaceae

Altura: até 6 m

Espaçamento: 7 x 7

Formação de copa e de limpeza sementes ou enxertia 20 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical

e

Subbropical

Julho a janeiro a partir do 3º ano do plantio
Carambola

Averroa carambola

Família: Oxalidaceae

Altura: até 7m

Espaçamento: 2 x 2

formação de ramos em excesso sementes 5 ltr Esterco; 100 gr Far.Osso; 100 gr T.Mamona Temperado

e

Tropical

em dezembro a partir do 3º de plantio
Ciriguela

Spondias purpurea

Família: AnacardiaceaeAltura:: até 5m

Espaçamento: 7 x 7

formação sementes 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical
Coco

Cocos nucifera

Família: Palmaceae

Altura: até 7m

Espaçamento: 5m

não sementes 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Quente e Úmido o ano todo
Figo

Ficus carica

Família:Moraceas

Altura: até 4 m

Espaçamento: 2m

formação e frutificação

estacas de 40 a 60cm dos ramos 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Subtropical Dezembro a Abril
Fruta do Conde

Annonna squamosa

Família: Annonaceae

Altura: até 6 m

Espaçamento: 5 x 5

limpeza sementes ou enxertia por garfagem 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical Fevereiro a Junho a partir do 4 ano de plantio
Goiaba

Psidium guajava

Família: Myrtaceae

Altura: até 10m.

Espaçamento: 7 x 7

formação, limpeza e frutificação sementes, estaquia ou enxertia por borbulhia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical e Subtropical Abril a Junho e Novembro a Fevereiro
Graviola

Anona muricata

Família: Myrtaceae

Altura: até 10m.

Espaçamento: 7 x 7

formação e limpeza sementes, estaquia ou enxertia por garfagem 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Quente e Úmido o ano inteiro a partir do 4º ano de plantio
Jaca

Artocarpus heterophyllus

Família:Moraceae

Altura.: de 20 até 25m

Espaçamento: 10 x 10

não sementes, encostia- 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Subtropical
Jabuticaba

Myrciaria cauliflora

Família: Myrtaceae

Altura: até 6 m

Espaçamento: 8 x 8

formação sementes, estaquia, enxertia, alporquia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical e Subtropical Setembro a Dezembro a partir do 6º ano de plantio
Jambo

Eugenia jambosa

Família: Myrtaceae

Altura.: até 15 m

Espaçamento: 6 x 6

formação sementes 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical e Subtropical a partir do 4º ano de plantio
Jenipapo

Genipa americana

Família: rubiaceae

Altura: 20 m

Espaçamento: 10 x 10

não sementes, enxertia, borbulhia, garfagem 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical e Subtropical Setembro a Março
Lichia

Litchi chinensis

Família: sapindaceas

Altura: 12 m

Espaçamento: 4 x 4

formação e limpeza após colheita sementes, enxertia e alporquia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical Novembro a Janeiro
Laranja

Citrus

Família: Rutáceas

Altura.: até 10m

Espaçamento: 5 x 5

formação e limpeza sementes, enxerto por borbulhia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical úmido Setembro a Março
Limão

Citrus

Família: Rutáceas

Altura.: até 10m

Espaçamento 6m

formação e limpeza sementes e enxertia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical úmido Janeiro a Abril
Kiwi

Actinidia Chinensis

Família: Rutáceas

Altura.: trepadeira

Espaçamento 4m

formação e frutificação sementes e enxertia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Quente e Úmido 3 a 4º ano após o plantio
Mamão

Carica papaia

Família: Caricaceae
Altura.: até 8m

Espaçamento 2m

desbaste sementes 5 ltr Esterco; 100 gr Far.Osso; 100 gr T.Mamona Tropical o ano todo
Manga

Mangifera indica

Familia: amacardiaceae

Altura: até 10m

Espaçamento: 8 x 8

não enxertia por garfagem 5 ltr Esterco; 100 gr Far.Osso; 100 gr T.Mamona Tropical a partir do 2º ano de plantio
Mangostão

Garcinia mangostana

Família: Gutiferas

Altura: trepadeira

Espaçamento: 12m

limpeza enxertia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical, quente e úmido Dezembro a Janeiro
Maracujá

Passiflora spp

Família: Passifloraceae

Altura: trepadeira

Altura: trepadeira

Espaçamento: 6m

limpeza sementes 5 ltr Esterco; 100 gr Far.Osso; 100 gr T.Mamona Tropical o ano inteiro
Melancia

Citrullus vulgaris

Familia: cucurbitáceas

Altura: rasteira

Espaçamento: 4m

frutos defeituosos sementes, 3 a 4 por cova 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Quente e úmido
Melão

Cucumis melo

Familia: cucurbitaceas

Altura: rasteira

brotos laterais sementes, 3 a 4 por cova, a 5 cm de profundidade 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Quente e seco
Morango

Fragaria L

Familia: rosaceas

Altura: rasteira

não estacas e sementes 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Ameno 60 a 80 dias após plantio
Nectarina

Prunus persica

Família: Rosaceae

Altura: até 8m

Espaçamento: 3m

formação e frutificação estacas e sementes 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Temperado Novembro a Dezembro
Nêspera

Eriobotrya japonica

Família: Rosaceae

Altura: até 8m

Espaçamento: 3m

de formação, limpeza semente ou enxertia por garfagem 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Ameno Maio a Outubro
Pêra

Pyrus communis

Familia: rosaceasAltura: até 15m

Espaçamento: 6m

formação enxertia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Temperado a partir do 5º ano de plantio
Pêssego

Prunus persica

Família:
Rosaceae

Altura: até 8m

Espaçamento: 6m

formação e frutificação estacas ou sementes 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Temperado Agosto a Março
Pitanga

Eugenia uniflora


Família:
Myrtaceae

Altura: até 12m

não sementes 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical Outubro a Janeiro
Pitomba

Eugenia Luschnathiana

Família: Myrtaceae

Altura: até 12m

Espaçamento:

sementes 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical e Subtropical Janeiro a Abril
Romã

Punica granatum

Família: punicaceas

Altura: até 5m

Espaçamento:5m

formação sementes ou enxertia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Quente Novembro
Sapoti

Manilkara zapota

Família: Sapotaceae

Altura: até 15m

Espaçamento: 8m

enxertia, garfagem por borbulhia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical
Tamarindo

Tamarindus indica

Família: Leguminosas

Altura: até 25m

Espaçamento: 12m

formação sementes 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Quente e úmido Julho a Agosto
Tangerina

Citrus reticulata

Família: Rutáceas

Altura: até 10m

Espaçamento: 6 x 4

formação e frutificação enxertia, garfagem por borbulhia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical úmido e Subtropical
Umbu

Spondias tuberosa

Família: anacafdiaceas

Altura: até 6 m

Espaçamento: 12m

formação e limpeza sementes 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Tropical

Dezembro a Março

Uva

Citrus reticulata

Família: Vitáceas

Altura: trepadeira

formação e frutificação sementes, estaquia, enxertia 10 lt. Esterco; 300 gr. Far.Osso; 300 gr. T.Mamona Ameno Novembro a Março

Começando um Pequeno Pomar

BlogBlogs.Com.Br

Por ser uma planta rústica e resistente, a acerola se propaga com facilidade em toda parte do mundo. Prefere solos profundos, areno-argilosos e bem drenados. Propaga-se por sementes , estaquia e enxertia por garfagem. Plantar no início ou durante a estação chuvosa.

Por ser uma planta rústica e resistente, a acerola se propaga com facilidade em toda parte do mundo. Prefere solos profundos, areno-argilosos e bem drenados. Propaga-se por sementes , estaquia e enxertia por garfagem. Plantar no início ou durante a estação chuvosa.

O prazer de poder produzir e depois poder colher uma fruta,  no pé,  está a seu alcance. Basta um pequeno pedaço de terra, dedicação e  seguir algumas   instruções para um melhor planejamento do pomar.  Além da diversidade de espécies, de modo a proporcionar uma maior satisfação, procure reunir um certo número de variedades de uma mesma espécie frutífera.

Uma vez escolhida as espécies e variedades a serem plantadas, e qual a quantidade de cada uma, deve-se imaginar sua distribuição no terreno. Nessa distribuição deve-se procurar plantar juntar as espécies com exigências similares, o que facilitará os tratos culturais futuros.

Um outro fator igualmente importante na escolha das frutas para o pomar dependerá do clima, da região e de sua preferencia pessoal.

Feito isso, a implementação de um pequeno pomar exige:

  • Sempre que possível,  estar localizado próximo à residência, de modo a permitir frequentes visitas, propiciando, inclusive, condições para o consumo de boa parte da produção diretamente da planta.
  • A escolha das espécies, quantidades e variedades a serem plantadas.
  • Distribuição das espécies escolhidas, procurando agrupar espécies com exigências semelhantes.
  • Adoção de distribuição irregular dessas plantas, dentro de um alinhamento padrão, para se conseguir um melhor efeito estético como também uma menor incidência de pragas e doenças.
  • Observação do tipo de solo onde a espécie será plantada.  Solo sílico-argiloso, profundo, bem drenado e levemente inclinado. Os solos úmidos devem ser evitados. Os solos rasos também devem ser evitados tendo como condição mínima a adoção de 1 metro para que a maioria das espécies possam se desenvolver bem.
  • É aconselhável que haja água nas proximidades, não só para irrigação mas também para ser utilizada na aplicação de defensivos, se for o caso.
  • Sempre que possível o terreno deve se voltar par ao Norte e ser protegido do vento Sul.