Posts Tagged ‘adubo’

Aplicando Adubos Químicos no Pomar

BlogBlogs.Com.Br

Prefira a época que procede a brotação intensa da primavera.Empregue adubos em sulcos produzidos por arados, caso seja possível, tangenciando as projeções das copas. Em terrenos planos ou pouco inclinados, devemos sulcar nos dois lados da fileira ou em caso de terreno inclinado sulca-se apenas um lado. Podemos fazer uma coroa ao redor da planta.

Os sulcos deverão ter, pelo menos, 25cm de profundidade, para evitar que os fertilizantes forcem as raízes muito para a superfície do solo, expondo-as à injúria durante os cultivos.

Os adubos químicos deverão ser misturados com a terra no fundo do sulco para não reagirem demasiadamente com o esterco, pois iria com isto expulsar grande parte do azoto existente nele. Este será colocado depois por cima e também misturado ou senão separado da parte inferior por uma pequena camada de terra.

Uma vez terminado, cobre-se todo o sulco, dando-se uma formato de bacia.

Adubando o Pomar

BlogBlogs.Com.Br

Calagem é uma etapa do preparo do solo para cultivo na qual se aplica calcário com os objetivos de elevar os teores de cálcio e magnésio, neutralização do alumínio trivalente (elemento tóxico para as plantas) e corrigir o pH do solo, para um desenvolvimento satisfatório das culturas.

Calagem é uma etapa do preparo do solo para cultivo na qual se aplica calcário com os objetivos de elevar os teores de cálcio e magnésio, neutralização do alumínio trivalente (elemento tóxico para as plantas) e corrigir o pH do solo, para um desenvolvimento satisfatório das culturas. A vida biologica do solo é ativada pela presença de calcio. As bacterias desenvolvem-se e decompõem a matéria organica que se transforma em humus, e posteriormente em minerais.

Um pomar racionalmente cuidado, leva três tipos de adubações: química, orgânica e adubação verde. Na formação do pomar, deve-se fazer a  adubação de plantio.
Durante o período em que começa a produzir, há a necessidade da aplicação de outro tipo de adubação, que é o de vegetação ou crescimento, cuja finalidade é desenvolver a parte vegetativa, aumentando a copa para que possa ter uma maior área de frutificação. Essa adubação deve ser orgânica.


A ADUBAÇÃO DE PLANTIO

As covas deverão ser adubadas com fertilizantes em quantidades que vão variar de acordo com a espécie e com a fertilidade do solo, o qua  deverá ser previamente analisado. Em linhas gerais, faça a adubação, por cova, da seguinte maneira:

  • -Esterco de curral 20 litros ou esterco de galinha, 5 litros ou torta de mamona 1,5 quilo
    -Cal dolomítico 450g a 1.0 kg gramas fosfato pouco solúvel 1000 gramas (16-18%P2O5)
    -Cloreto de potássio 150 gramas e FTE BR-9 30 gramas
Em solos que apresentarem acidez, além da calagem aplicada em área total, pode-se aplicar de 200 a 300 gramas de calcário dolomítico no fundo de cada cova ou sulco. Feita a adubação, aguardar 30 a 60 dias para iniciar o plantio.