Espaçando as Frutíferas

BlogBlogs.Com.Br

Originária da China onde é considerada a fruta nacional, a lichieira e uma árvore subtropical com ate 12 metros de altura e de grande longevidade.   Em muitos países e considerada a rainha das frutas.  A colheita ocorre de novembro e janeiro, atendendo o mercado na época das festas natalinas, quando a procura e o preço são maiores.    Devido ao seu belo porte, atraente formato, folhas verde escuro e permanentes e principalmente devido a beleza da frutificação a lichieira é a árvore favorita para os jardins de residência no Hawaii, Callifórnia, San Francisco, Los Angeles, Monterey, Alhambra, etc.   Os frutos produzem em cachos, a casca é rugosa e de cor vermelha e fácil de ser destacada.  A polpa é gelatinosa, translúcida sucosa e de excelente sabor, lembrando ao de uva itália e não é aderente ao caroço.   Se presta para consumo ao natural, para a fabricação de sucos, compostas e ainda para a passa.  A rusticidade da lichieira a torna bastante resistente a doenças. Quanto às pragas, eventualmente podem ocorrer brocas de tronco, ácaros e abelhas nos frutos.

Originária da China onde é considerada a fruta nacional, a lichieira e uma árvore subtropical com ate 12 metros de altura e de grande longevidade. Em muitos países e considerada a rainha das frutas. A colheita ocorre de novembro e janeiro, atendendo o mercado na época das festas natalinas, quando a procura e o preço são maiores. Devido ao seu belo porte, atraente formato, folhas verde escuro e permanentes e principalmente devido a beleza da frutificação a lichieira é a árvore favorita para os jardins de residência no Hawaii, Callifórnia, San Francisco, Los Angeles, Monterey, Alhambra, etc. Os frutos produzem em cachos, a casca é rugosa e de cor vermelha e fácil de ser destacada. A polpa é gelatinosa, translúcida sucosa e de excelente sabor, lembrando ao de uva itália e não é aderente ao caroço. Se presta para consumo ao natural, para a fabricação de sucos, compostas e ainda para a passa. A rusticidade da lichieira a torna bastante resistente a doenças. Quanto às pragas, eventualmente podem ocorrer brocas de tronco, ácaros e abelhas nos frutos.

Dando uma recaptulada sobre o efeito do clima nas frutíferas, dizíamos que podemos ter frutas de clima temperado, tropical e subtropical.

As frutas de  clima temperado não se desenvolvem adequadamente em regiões tropicais de temperatura média anual superior a 22°C. As principais são a ameixa,  a ameixa-japonesa,  a cereja doce,  o damasco, a framboesa,  a maçã,  a  nogueira-européia,  a pêra, a uva-americana e a uva-européia porque são de enorme adaptabilidade.

As de clima Tropical são as sensíveis ao frio, como exemplo demos o maracujá, mamão,  abacaxi, dentre outros.

Quanto às  frutas de clima subtropical, estas tem exigências intermediárias  entre as duas outras, ou seja,  as de clima temperado e as de clima tropical.

Algumas espécies  perdem as folhas no inverno enquanto que outras permanecem sempre verde.

O número de fruteiras que serão plantadas, dependerá da quantidade de frutas necessárias para o consumo da família, ou para a comercialização.

Nesse ultimo caso, deve-se considerar as necessidades de espaçamento da espécie escolhida.

Assim, veja uma pequena dica de espaçamento de algumas frutíferas:

ABACATE- Persea americana -Família: Lauráceas – 6 metros; ABACAXI – Ananas comosus -Família: bromeliaceas – 0,30 x0,40 x 1,50(¹); BANANA – Musa spp – Família: Musaceae – 5 x 5; CAQUI – Diospyros kaki -Família: Ebenaceae -6 x 6metros; CAJA-MANGA – Spondias mombim – Família: Anacardiaceae -10 x 10 metros; CAJU – Anacardium occidentale – Família: Anacardiaceae – 7 x 7 metros; CARAMBOLA – Averroa carambola -Família: Oxalidaceae -6 metros; CIRIGUELA – Spondias purpurea -Família: Anacardiaceae – 7 x 7; FIGO – ficus carica -Família: Moraceae – 3m; FRUTADO CONDE – Annonn squamosa – Família: Annonaceae – 5 x 5; GOIABA – Psidium guajava Família: Myrtaceae – 7 x 7; JACA – Artocarpus heterophyllus -Família: Moraceae – 10x 10; JABUTICABA – Myrciaria cauliflora -Família: Myrtaceae – 8×8; JAMBO – Eugenia jambosa -Família: Myrtaceae – 6 x 6;JENIPAPO – Genipa americana-Família: Rubiaceae-10 x 10; ABACATE – Persea americana– Família: Lauraceae-10 x 10; LARANJA, LIMÃO -Família: Rutaceas – 6 x 6; MAMÃO – Carica papaia -Família: Caricaceae- 3 x 3; MANGA – Mangifera indica -Família: Anacardiaceae- 8 x 8; MARACUJÁ – Passiflora spp -Família: Passifloraceae – 5 x 2; PÊSSEGO – Prunus persica -Família: Rosaceae – 7 x 5; PITANGA – Eugeniauniflora -Família: Myrtaceae- 5 x 5; PITOMBA – Eugenia Luschnathiana -Família: Myrtaceae- 8 x 8; SAPOTI – Manilkara zapota -Família: Sapotaceae – 8 x 8; TANGERINA – Citrus reticulata -Família: rutaceae 5 x 5; UVA – Vittis spp – Família: Vitaceae – 4 x 4.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: